Fatores que determinam o desempenho dos leitões antes e depois do desmame



A transição do desmame, ou seja, de uma alimentação líquida com leite de porca para uma alimentação exclusivamente sólida, é um processo gradual que ocorre entre 8,5 e 22 semanas de idade em condições de granjas caipiras.

 

Ao passo que, nas granjas comerciais, o desmame ocorre mais cedo e abruptamente com a separação da porca e seus leitões, geralmente entre 3 e 4 semanas.

 

Além do desafio nutricional, o desmame também envolve estressores sociais, tais como: separação materno filial; mistura de leitegadas; e mudança de ambiente com manuseio, transporte e alojamento em novas instalações.

ESTRATÉGIAS DO DESMAME

Estimular o consumo de ração sólida antes do desmame, ou seja, alimentação lenta, pode melhorar a adaptação dos leitões após o desmame, mas os fatores que influenciam o consumo de ração lenta em leitões não foram elucidados.

Em contrapartida, o comportamento exploratório está intimamente relacionado ao comportamento lúdico, já que ambos estão provavelmente envolvidos na ‘brincadeira de objeto’ em leitões, que inclui segurar ou carregar um objeto ou material na boca, manusear, sacudir e atirar.

 

Além disso, o comportamento exploratório, por exemplo, cheirar, cutucar, mastigar e brincar com objetos, parece seguir um padrão de desenvolvimento semelhante em leitões.

 

Ambos começam na primeira semana de vida e atingem o pico por volta das quatro semanas de idade, quando a ingestão de alimentos sólidos começa a aumentar.

Portanto, é possível que o comportamento exploratório e a brincadeira com o objeto estejam envolvidos no desenvolvimento do comportamento de consumo de ração em leitões lactentes.

AVALIAÇÃO

O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos da restrição alimentar materna e de um ‘comedouro’ sobre o comportamento e desempenho dos leitões.
As leitegadas receberam alimentação lenta em comedouro convencional (CON) ou brinquedo (BD) e as porcas foram alimentadas com alimentação total (AT) ou alimentação restrita (RES).

 

 

No desmame (d24) quatro leitões do mesmo tratamento (n = 36 baias) foram agrupados.

RES-BD teve a maior proporção de comedores moderados e bons;

BD estimulou a exploração do comedouro e atraiu mais leitões para o comedouro em comparação ao CON;
Após o desmame, o RES aumentou os comportamentos exploratórios, a ingestão de alimentos entre os dias 0-5 e o crescimento entre os dias 0-2 e reduziu as lesões corporais entre os dias 0-2 (dentro de CON);
BD aumentou os comportamentos de ingestão, consumo de ração e crescimento entre os dias 0-15 e peso corporal no 15° dia após o desmame em 5%;
BD também reduziu a prevalência de diarreia aquosa, o número de lesões corporais e leitões com danos na orelha (dentro de AT) e cauda (dentro de RES) no 15° dia após o desmame.

CONCLUSÃO

O comedouro lúdico não teve efeito sobre o lento consumo de ração por si só, mas facilitou significativamente a transição do desmame, conforme refletido em melhor consumo de ração e crescimento após o desmame e redução da diarreia e dos danos corporais;

Isso implica que o fornecimento de brinquedos no cocho pode ser visto como um enriquecimento fácil de aplicar e uma estratégia de alimentação para reduzir o estresse durante o desmame e melhorar a saúde, o bem-estar e a produtividade dos leitões por volta do desmame;

Os mecanismos subjacentes a este efeito benéfico ainda não são bem compreendidos, há necessidade de mais estudos.

REFERÊNCIAS

Middelkoop, A., Costermans, N., Kemp, B. et al. La ingesta de alimento de la cerda y la alimentación lúdica de los lechones influyen en el comportamiento y rendimiento de los lechones antes y después del destete. Sci Rep 9, 16140 (2019).

 



Noticias sectoriales

 
 

Cadastro Newsletter Suino Brasil Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies