Nucleovet lança campanha de incentivo ao consumo de proteína animal



Campanha “Proteína Animal – Do Passado ao Futuro” vai envolver entidades, mídias parceiras e profissionais da saúde mostrando os benefícios do consumo e os desafios do cenário atual.

O Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet) realizará o lançamento da campanha “Proteína Animal – Do Passado ao Futuro” em uma LIVE no Canal do Nucleovet no Youtube com o Ex-Ministro da Agricultura e Presidente da ABPA Francisco Turra e com o Presidente do Nucleovet, Luiz Carlos Giongo, com o tema “Proteína animal: Tendências e campanhas para o novo consumidor”.

A estréia da série de entrevistas com profissionais, entre eles veterinários, nutricionistas, médicos e pesquisadores e o lançamento da campanha será no dia 14 de maio (quinta-feira), às 17h. Assista através do link – http://abre.ai/nucleovet

A entidade, que há mais de 20 anos, realiza simpósios técnicos focados na difusão de conhecimento, reunindo especialistas e profissionais da cadeia produtiva, lança a campanha “Proteína Animal – Do Passado ao Futuro”, com foco no aumento de consumo através da apresentação de informações reais e relevantes sobre as mudanças que ocorreram ao longo da história, relacionadas com as demandas do novo consumidor.

Luiz Carlos Giongo, Presidente do Nucleovet, destaca que o objetivo da campanha é envolver o consumidor com informações embasadas em ciência. “O Nucleovet, através dos seus simpósios Brasil Sul de Avicultura, Suinocultura e Bovinocultura de Leite, reúne há mais de 20 anos especialistas que discutem nutrição, sanidade, manejo, e qualidade da proteína animal produzida nas nossas granjas e agroindústrias. Agora queremos estar ainda mais engajados com essa cadeia de produção e levar ao grande público consumidor informações de qualidade, tendo como fontes médicos, nutricionistas, veterinários, agrônomos e zootecnistas”, disse.

Segundo ele, a proteína animal, historicamente foi responsável pela evolução do homem, e hoje o crescimento do poder aquisitivo faz as populações consumirem mais proteínas de qualidade. “Acreditamos que é fundamenta que o consumidor saiba como ela é produzida, quanta ciência e tecnologia estão embarcadas na produção de leite, ovos e carnes. Quando mais o consumidor conhecer, melhor para o setor produtivo”, apontou. “Esta campanha além de lácteos e ovos, foca no frango, proteína altamente competitiva que no país já tem alto consumo per capita, e na carne suína que ainda tem muito para crescer em consumo interno e que a cada dia oferece cortes mais versáteis e de fácil preparo, adaptados às famílias menores ou consumidores individuais. A tendência é esse novo consumidor procurar por cortes menores, de fácil e rápido preparo, para comer no conforto e segurança das suas casas. Esse consumidor está prestando atenção ao que compra, atento a preço e facilidade de preparo, mas também a qualidade nutricional”, complementa Giongo, baseado na pesquisa de Hábitos de Compra de Alimentos feita pela consultoria Markens Consulting que apontou que 83% dos brasileiros entrevistados pretendem manter ou aumentar a procura por proteína animal durante o períodos de pandemia e 56% pretende consumir proteína animal no almoço todos os dias.

O lançamento da campanha será na quinta feira dia 14 de maio com uma LIVE através do Canal do Nucleovet no YOUTUBE, às 17h.
Saiba mais em www.nucleovet.com.br
LIVE “Proteína animal: Tendências e campanhas para o novo consumidor”
14 de maio – quinta feira às 17h
Canal Nucleovet no YOUTUBE




Entrevistas +

Noticias sectoriales

 
 

Cadastro Newsletter Suino Brasil Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies