Suíno: cotações estáveis ou em alta neste início de junho



Junho começou para o mercado de suínos trazendo cotações estáveis ou leves altas. De acordo com análise do Cepea/Esalq, os preços foram melhores na primeira quinzena de maio, e o aumento nos preços da carne suína está atrelado às vendas na ponta final, tanto ao mercado doméstico quanto ao externo. Porém, nos últimos dias de maio, algumas regiões acompanhadas pelo Cepea mostraram enfraquecimento no ritmo de vendas, como típico para o período.

Em São Paulo, de acordo com a Scot Consultoria, os preços ficaram estáveis em R$ 84/R$ 86 para a arroba do suíno CIF, e de R$ 6,60/R$ 6,80 para a carcaça especial.

Para o animal vivo, segundo informações do Cepea/Esalq, houve aumento em Minas Gerais, na ordem de 0,60%, chegando a R$ 5,02/kg, e em São Paulo, alta de 0,44%, atingindo R$ 4,58/kg.

Os preços do animal vivo ficaram estáveis no Paraná (R$ 4,14/kg), no Rio Grande do Sul (R$ 4,04/kg), e em Santa Catarina (R$ 4,06/kg). (Notícias Agrícolas)




Entrevistas +

Noticias sectoriales

 
 

Cadastro Newsletter Suino Brasil Brasil

Tenha acesso a boletins de nossos especialistas e a revista digital.



logo

GRUPO DE comunicação agrinews

Política de Privacidade
Política de Cookies